UMA PRAIA FORMOSA

A maré brilhante banha as areias brancas da praia, ao sol nos deliciamos ao aconchego do nosso amor. Sentimo-nos felizes, contentes, acarinhados ao sabor das ondas. A melancolia jamais será entrave para a nossa alegria e contentamento, pois a singeleza está presente em tudo que fazemos.

Nada de tristezas, nem ansiedades, visto que nosso amor é de verdade. São os prazeres da vida que nos levam ao êxtase sem embaraços. Nossos corpos parecem alçar voos extenuantes, o vento sopra e os grãos de areia batem com fervor em nossos corpos bronzeados, brilhantes, onde os pelos arrepiados mostram nossa felicidade altaneira.

Ao longe uma bela jangada desliza sobre as ondas e a sua vela meio apagada, contrasta com a psicosfera belíssima daquele lindo lugar. Aves marinhas, gaivotas batem em revoada a procura do alimento precioso para suas sustentações. Crianças brincando na areia, construindo piscininhas e castelos, para mostrar suas maestrias.

Jovens desfilam garbosamente com suas namoradas em clima silente. É o amor presente no coração da gente. O azul do céu, o brilho do sol, as ondas no vai e vem sem descanso, não tira o nosso encanto, visto que amamos a natureza bela a flamejar. Reflexões vêm a nossa mente e de repente nos abraçamos ardentemente e selamos o nosso amor com beijos intensos e calientes.

Crianças brincando na areia, construindo piscininhas e castelos, para mostrar suas maestrias. Jovens desfilam garbosamente com suas namoradas em clima silente. É o amor presente no coração da gente. O azul do céu, o brilho do sol, as ondas no vai e vem sem descanso, não tira o nosso encanto, visto que amamos a natureza bela e altaneira.

A areia permanece visível em nossas almas e corações e, os ventos nos levam a febre de um amor descomunal. Tudo é normal quando se trata de amor. Diante daquela bela paisagem nossos olhos abençoam a areia onde nos amamos e traquinamos no decorrer daquele esplendoroso dia. A noite veio de mansinho e diante de um céu estrelado nossos corpos sarados e viris na visão de uma grande fada esmoreceram.

Não podemos ficar sem nosso deleite de amor interminável e divinal. Uma ducha de água fria e dulcificada melhorou o nosso astral e assim podemos nos recolher ao nosso ninho de amor. A ceia foi preparada com muito carinho, pois as energias teriam que revigorar nossos corpos e as nossas forças tinham que aflorar, pois a noite parecia longa e fria. Uma música suave, estimulante selou nosso amor...

A noite foi curta e o nosso amor duradouro. Já extenuados e sem forças dormimos abraçados um ao outro. Ao amanhecer do dia estaríamos revigorados para mais um dia de felicidade. Nas linhas da vida temos muito que aprender nas experiências adquiridas no cotidiano e no renascer do resplendor. Foi assim um dia de amor na praia que jamais esqueceremos. Agrademos ao Senhor por nos ter proporcionado um prazer sensacional sem igual.

Amar-nos-emos para o resto da vida sem perder nenhum instante daquele dia que ficará gravado em nossas mentes sadias e felizes. Meu amor te amo com todas as forças do meu coração, meu bem te adoro e te imploro que jamais me faça infeliz, pois meu amor por ti não tem medidas é interminável.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-FORTALEZA/CEARÁ/BRASIL

 

Exibições: 238

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U