UM GRANDE E ADORÁVEL AMOR

Numa relva maravilhosa desprendemos energias mil, enquanto nos beijávamos ardentemente, veio à lua nos visitar e com seu brilho fabuloso passamos a contemplar um céu maravilhoso. Tudo era festa em nossos pensamentos estávamos apaixonados e levemente ansiosos. Ficamos a meditar esperando o dia chegar e nossas energias renovar sem relutar para um dia voltar aquele majestoso lugar. Esperanças fazem bem a nossa vida, não almejamos que ciúmes, invejas e paixões perturbem nossos corações.

Esses inimigos milenares que comoveram muitos lares nos levam a se distanciar cada vez mais, pois a nossa virtude é só amar.
Com gestos proveitosos e aconchegantes seremos eternos amantes. Queremos semear desejando superar todos os lamentos e dores, de bom alvitre cultivar amores e fortificá-los com perfume de flores. Jamais fugiremos ao preceito para luzir a verdade não encontraremos preconceitos em nossa pura felicidade. Em nossa destinação feliz a fortuna que incentiva o dinheiro que corrompe não nos interessa, almejamos somente o bem que a vida cultiva, e o amor que jamais interrompe.

Amor incomum com sabedoria de quem convive com alegria, é vivendo feliz que nos renovamos. É algo de estarrecedor presenciar triste mulher na estrada caminhando ao relento, é penosa caminhada na fenda do sofrimento. Ao voltarmos àquele estonteante lugar reluzindo no grande mar vimos uma grande embarcação, nosso desejo não é maltratar quem ama de coração. Pelo caminho passamos a cantarolar rimas bem maravilhosas que vinham com muita inspiração, belas sutis e gostosas intensas sem dimensão. 

Meu coração bateu forte e o dela respondeu com sensação auspiciosa numa vida redimida o coração cor de rosa pulsa intensamente toda a vida. Que vidinha nós levamos de lembranças viveremos sempre a reclamar, mas sempre bem estaremos. Numa casa abandonada paramos para descansar, a chuva veio forte e tivemos que nos abrigar, mas a choupana repleta de goteiras pousam os pardais, nossas vidas altaneiras estarão sempre repletas de alegrias divinais. A vida do trabalhador é toda feita com fé nunca sentirá dor, mas se sentir ela passará com alguns goles de café.

Na vida tem momentos que ficamos abestalhados vencidos pela fadiga, muitas vezes tolo, mas com uma bela recuperação, jamais instiga. Menina flor cor de rosa é a minha, ela é o bem querer de seus papais, parece uma boneca formosa salpicada de cristais. Rosa dulcificante de meigos e encantos mil, pérola rutilante refletindo brilho sutil. Nós nascemos imperfeitos desde a nossa criação, somos cheios de defeitos e sofremos por ilação. Num horizonte vermelho de céu estrelado, estamos inseridos no pecado. Escondo no espelho as nuanças da teimosia. A beleza da mulher cintila no coração, ela mostra quando quer o seu amor esnobando de muitão, pois o que tem de beleza sempre irradia.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ACE- DA UBT- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE

Exibições: 54

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U