*** Posição Fetal  ***    

 

                    Muito mais do que só... Vazia!

                    Entre respirações pausadas... Espaçadas...

                    Inspiro e respiro o ar que me vem

                    Como se na verdade... eu fosse ninguém!

 

                    Refaço e desfaço cada nó...

                    Pedaços da vida ingrata... Sem medida

                    Deixou-me sem copo e sem bebida

                    A festejar vitórias... Conquistas inglórias

                    A oferecer-me sem dó o sabor do desprazer!

 

                    Procuro no ar outros ares...

                    Tons... Cores... Amores...

                    Imensidão... Perdão... Infinito!

 

                    Percebo murmúrios em meu interior,

                    Que se esforçam em me dar alento

                    Cantarolando canções de outros tempos...

                    Instigando pensamentos vibrantes

                    Que cintilam por detrás de lenços...

                    Sem que eu possa saudar a cor do tempo

                    Que se foi...

 

                    Aos meus anseios, vozes se plasmam feridas,

                    Entre arvoredos desbravados...

                    Plantados em meu peito,

                    Quando fui vencida!

 

                    O ar que respiro é como açoite!

                    Anoitece comigo... A noite...

                    Procuro o travesseiro...

                    Transbordo o leito...

                    Aconchego-me em posição fetal...

                    Ventre Materno! Terra Natal!

 

 

 

                                                                              Mariapaz /2008

 

Exibições: 665

Tags: Helena, natal/Maria, posição/fetal/penso/tempo/aconchego/terra

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 14 maio 2011 às 20:02
Lindo, muito sentimento. Parabéns, beijossssss.
Comentário de Poeta Malume do Brasil. em 12 maio 2011 às 22:22

Lindo, lindo, lindo! Gostei Maria Helena, você menina, que habilidade!!!! Valeu a pena ler-te, conhecer-te, e pedir a tua amizade! Poeta Malume!

Comentário de Anna Karenina em 12 maio 2011 às 14:57
    Procuro no ar outros ares...

                    Tons... Cores... Amores...

                    Imensidão... Perdão... Infinito!

Badge

Carregando...

© 2014   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço