Nunca Pare de Lutar

Ludmila Ferber

O que vem pra tentar ferir
O valente de Deus
Em meio às suas guerras?

Que ataque é capaz
De fazê-lo olhar pra trás
E querer desistir?

Que terrível arma é
Usada pra tentar paralisar sua fé?

Cansaço, desânimo
Logo após uma vitória
A mistura de um desgaste com um contra-ataque do mal
A dor de uma perda, ou a dor da traição
Uma quebra de aliança, que é raiz da ingratidão

Se alguém está assim, preste muita atenção
Ouça o que vem do coração de Deus:

Em tempos de guerra, nunca pare de lutar
Não baixe a guarda, nunca pare de lutar
Em tempos de guerra, nunca pare de adorar
Libera a Palavra, profetiza sem parar

O escape, o descanso, a cura
A recompensa vem sem demora.

AMO VOCÊS.  BEIJOS  M.RAFAEL

Exibições: 119

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Comentário de Mileidi Consalter em 1 julho 2013 às 15:06

Parabéns poetisa,nunca devemos deixar nossa fé se abalar e ser roubada pelos inimigos!Muito bonito seu postar!

Que DEUS,mantanha sempre acesa a chama de nossa fé!                                                                         

Comentário de Gizelda Dantas em 1 julho 2013 às 10:42

PARABÉNS QUERIDA MARGARETH ESTE LOUVOR DE LUDMILA  É TUDO DE BOM PARA SE OUVIR NOS MOMENTOS DE AFLIÇÃO...BOA ESCOLHA PARA O MOMENTO...

© 2014   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço