DONZELA EXCÊNTRICA

Quando a nuvem passa e o sol clareia, as minhas ideias se renovam nas páginas coloridas da minha vida, aproveito o ensejo colocando os meus versos e as minhas rimas dentro da alma fraterna singela de uma donzela bela excêntrica altiva e carinhosa que me acostumei a gostar. Não é sina e sim sabedoria, pois para se confeccionar belas poesias é preciso muita maestria principalmente quando o sol se afasta dando lugar há um tempo escuro onde os raios clareiam os céus em noite de muita chuva, é sinal que vem barulho estonteante de um grande trovão que assusta muita gente.

De repente quem está ao relento procura abrigo, visto que ficar molhado não faz sentido. O sol procurou o seu descanso impedido de aderir ao remanso, pois a noite se avizinhava e precisávamos encontrar com avidez a flor, o fruto, o espinho, a rosa, o buril, o mármore sagrado para gravarmos nossos nomes para que o registro angelical ficasse gravado para sempre. O próprio solo bruto seria vencido por nossas forças e com auxílio do lavrador divino. É o nosso destino, visto que necessitamos de ferramentas e com elas nos armaremos com atenção e zelo, visto que o amor correspondido espera o sol para aquecê-lo.

De coração forte e fronte erguida sigo o destino traçado, no entanto não me canso, pois o cansaço faz minha alma sofrer, com isso, seremos seres gementes, decadentes e com as forças consumidas não posso fugir a responsabilidade, pois já tenho idade e sei que a vontade de crescer é grande e o belo destino não pode ficar retido. De horizonte a horizonte, quando for necessário vem o destaque na beleza ao nascer de uma linda rosa que surge a nossa frente. De perfume radiante e flutuante que toma todos os espaços e nada fica opaco, pois a natureza reflete a beleza da vida dos poetas, escritores e doutores das letras, em forma de retretas, ao som de badalos com som convertido repentinamente.

Amada querida reluz a nossa vida com amor e fraternidade em nossos corações. Por mais que o orbe te atormente não seja indolente e chegue mais perto para o aconchego da gente. A fé simples e boa nos assegura uma vida exemplar cheia de nuanças alvissareiras, onde a felicidade brota em roldões. Por mais que te lance gelo na alma crente não esmoreça, seja forte de coração pulsante, para renovar a nossa vida eternamente. Na sombra que atraiçoa, seja bendita renove suas atitudes imantando uma diretriz, um viés brilhante como diamantes ou joias raras, que se transformam em energias para purificarem o nosso amor sem destemor e sem apoio integral na luta será impossível vencermos as pedras de tropeços, os obstáculos, mas com força, dedicação e amor no coração ultrapassaremos tudo que houver pela nossa frente sejam altas barreiras, vastas florestas, rios caudalosos, montanhas íngremes e despenhadeiros abissais transporemos sem medo de vencê-los.

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES/FORTALEZA/CEARÁ

 

 

 

 

Exibições: 246

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U