Bendito seja o homem!

Que ama sua mulher...

Buscando em primeiro, sua alma.

Porque um corpo bonito

É consequência da natureza

E morre-se com o tempo.

Desfalece-se e apodrece.

Enquanto a alma sim... Esta permanece!

Permitindo que o amor se perdure...

E que seja eterno e terno, enquanto durar.

 

Exibições: 107

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Comentário de Maria |Helena Campos da Paz em 18 agosto 2012 às 16:11

MARAVILHOSA PÉROLA POÉTICA!!!

BEIJOS DE PAZ E AMOR!

Comentário de Neyde Maria F, Cruz em 17 agosto 2012 às 21:32

DIVINO POEMA SELDA MINHA ADMIRAÇÃO...

Comentário de Anna Karenina em 17 agosto 2012 às 20:48

Comentário de Anna Karenina em 17 agosto 2012 às 20:47

Comentário de SELDA KALIL em 17 agosto 2012 às 15:47

Badge

Carregando...

© 2014   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço