ASSIM É O MEU NOME

 

Andei sem destino, mas com esperanças,

Não temo as beligerâncias do mundo.

Todos nós estamos sujeitos a bonanças...

Onde Deus é o escudo forte de amor profundo,

No rio morre o mar, mas brotam vidas e esperanças.

Ilusão jamais passará em minha vida, pois tenho fé em profusão...

Onde houver felicidade estarei presente fortalecendo o espírito,

 

Para no momento propício elevar o amor, em especial ao nosso irmão...

Ansiedade não me tortura não me amedronta, mas me torna bendito.

Imensidões de bons pensamentos invadem e dominam meu coração...

Ventos alvissareiros sopram em minha direção e me torno esquisito.

A vida é bela esplêndida aquarela onde os amantes deliram de emoção.

 

Raridades são joias que não tem donos, beleza e bom senso não desditos.

O amor é peça fundamental entre dois seres que se amam na imensidão...

Dias alegres são prediletos para os infelizes e labores para os esquisitos...

Rumores viram rotinas que ensoberbeceriam o destino levando-o a desilusão.

Ignorar os anseios talvez não seja a ideia melhor, porém são registros.

Gestão duradoura de um amor eterno, perfeito e sem rejeito de emoção.

Urgem medidas saneadoras, avalassadoras para caminhos esquisitos,

E eterna harmonia para se atingir o ápice dos afagos em propulsão.

Sou feliz com todos os aspectos citados, pois tenho ao meu lado a senhora que almejei e que dourou o nosso amor de desejos quase prescritos.

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- FORTALEZA/ CEARÁ

 

 

Exibições: 185

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U