A morte é pequena,
grande é a cena,
o Céu que acena,
a dor e a pena...

A morte é um passo
que abre espaço,
espreme o bagaço
do nosso cansaço.

A morte é passagem,
não o fim da viagem,
nem tampouco triagem
como acena a imagem.

A morte assusta,
parece injusta,
saudades que custa
à quem não a busca.

Exibições: 17

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U