julho 2009 Posts no Blog (122)


Escritor
Por favor!...







Jane, apesar de ter apenas oito anos, sempre observava,

o desenrolar dos fatos que acontecia em sua casa,

as necessidades ali eram urgentes, ela sempre enxergava,

e nos seus pensamentos infantis, dizia:

Hoje, quando vi papai sair, notei que estava triste,

falou pra mamãe que ia tentar novamente,

dizia que estava cansado, de procurar o emprego

voltando da rua ainda triste, mas dizia que ia sempre… Continuar

Adicionado por José Lourenço Florentino em 31 julho 2009 às 22:23 — 1 Comentário


Escritor
O Tempo



O tempo passa...

E juntos com ele pessoas que cruzaram nosso caminho!

E o tempo voa!

Junto com ele alguns sonhos não conquistados...

projetos inacabados...

O tempo passa...

O que foi vivido não volta mais!

E o tempo voa!

Mesmo que tente, as oportunidades

não aproveitadas não se pode recuperar!



Mas as pessoas que fazem parte de sua história,

passam e ficam!

E com elas…
Continuar

Adicionado por Shimada Coelho em 31 julho 2009 às 19:27 — 2 Comentários


Escritor
PARE! AGRADEÇA E VIVA

PARE! AGRADEÇA E VIVA

Chora o coração magoado

Derrama as lágrimas abundantes

Esgota o corpo machucado

Enfrenta a dor dilacerante.



Anda os passos, caminhante

Engula as lágrimas espargidas

Remova as pedras, calmamente

Acenda a luz abrasante.



Replanta e planta o caminho

Realça as côres da alma

Abraça o amor renascido

Pare! agradeça e viva,

Mais uma experiência na… Continuar

Adicionado por Amarilis ~Pazini Aires em 31 julho 2009 às 16:13 — 3 Comentários


Escritor
Canto novo

Canto novo

A alma,
bicho solto,
livre das velhas penas,
voa como pássaro assustado
pelos andaimes da imaginação.
O canto novo
repõe as harmonias
e as forças.
Enfraquecem as penúrias e os medos.
A noite paralisa e nasce o dia.
O vento dedilha canções de esperança,
enquanto nuvens claras despontam`.
É primavera novamente.

Marilia Abduani

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:56 — 8 Comentários


Escritor
Névoa Caminho em torno de mim mesma. Areia movediça, vulcão encardido, névoa que o vento desfaz. As minhas mãos acariciam o dia que nasce. Imponderável feito o pranto, eu me descubro, e me desfaço, …

Névoa



Caminho em torno de mim mesma.

Areia movediça,

vulcão encardido,

névoa que o vento desfaz.

As minhas mãos acariciam o dia que nasce.

Imponderável feito o pranto,

eu me descubro,

e me desfaço,

refaço

e me adivinho

no riso desbotado,

nos beijos sem calor,

nos abraços sem corpos,

nas lágrimas sem olhos.

É o que sei da vida:

o fechar de portas, o diluído silêncio,

o mudar de rumos.

A vida passou… Continuar

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:55 — 3 Comentários


Escritor
Oceano

Eu me desenho oceano
nas invencíveis marés,
vento batendo nas pedras.
O tempo fez do seu jeito.:
Lagoa calma e serena
fez de mim. Assim eu sou.
Nenhum navio em meu porto,
nenhum, jamais atracou.
Lagoa serena e calma
o tempo me desenhou.
Contornou o meu destino.
Meu tempo , o tempo matou.

Marilia Abduani

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:54 — 4 Comentários


Escritor
Um dia

Um dia...



Um dia, tudo será saudade:

a dor silente e que não sangra,

não dói visível,

a ansiedade roendo as unhas da nossa serenidade,

a solidão, que emurchece o sol

e apaga as estrelas,

o sopro do vento , as infindáveis marés,

os rios de suores nossos de cada dia,

os espinhos de nossa inocência

e a desmedida frustração de não ter sonhado o bastante.

Um dia será lembrança o derradeiro inverno em nós.

Nascerá um tempo sem… Continuar

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:53 — Sem comentários


Escritor
Leve-me embora

Leva-me embora.



Leva-me embora contigo

para um caminho novo ou mesmo antigo,

leva-me embora contigo.

Deixa-me andar em teus rastros,

e perder-me em teus fracassos.

Ensinar-te a crer nos vivos.

Eu te prendo em nenhum laço.

Te livrarei das serpentes,

da fúria dos deuses, dos mares.

Te entregarei totalmente

a ti mesmo e a teus andares.

O porão desse meu corpo

sendo a tua liberdade.

Eu serei a sombra tua

sumindo no fim… Continuar

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:52 — 1 Comentário


Escritor
Pergaminho

Pergaminho



Meus olhos de mar navegem

e o meu canto me eterniza

pelos caminhos do tempo:

meu sonho de sol e brisa.

Todo o meu corpo orvalha

por sobre os portais das flores,

num vento que amor espalha,

num jogo de luz e cores.

Meu corpo tece o meu sonho

na teia da ventania,

artesã da primavera,

bordo de mel a poesia.

Sou da esperança a candura,

sou da inocência, o caminho.

Meus olhos de mar flutuam

sobre as… Continuar

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:51 — Sem comentários


Escritor
Plantio

Plantio

Meu corpo
em teu corpo
plantou a semente.
E ao toque do vento espalhei-me paixão.
Fiapo de luz,
coloridamante,
simples, reluzente,
solto na amplidão.
Eu teço o meu sonho,
construo o meu ninho,
frágil passarinho
doido por cantar.
Fio após fio,
artesã do teu carinho,
orvalhando meu caminho
no prazer de poetar.
Marilia Abduani

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:51 — Sem comentários


Escritor
Tecelã

Tecelã

Me veja através dos meus olhos,

sentimentos movediços.

Meus dentes: faca sem corte.

Meu sangue: vinho postiço.

Só um gemido, um silêncio

minhas mãos em movimento.

O meu punho é o meu compasso

no traço do sentimento.

Me veja através dos meus olhos

flor da montanha sou eu.

Canoa sem rumo, ao vento

nas divergências do adeus.

Eu durmo em lençol bordado

com fios de ouro e prata.

Mas chega a boca da noite

e… Continuar

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:50 — Sem comentários


Escritor
Vagido

Vagido



Uma seara de brisa

goteja das mãos do vento.

A noite devolve estrelas.

Pulsa a artéria do tempo.

Do barro dos descaminhos

fiz um jarro -água fria,

lancei ao redemoinho

meus sonhos de ventania.

Quero a linguagem dos rios,

ante a voragem do mar.

Quero o ganido da sorte

e o vagido do luar.

A noite devolve a lua:

silêncio, emoção e arte.

Lua, tímida, flutua,

no céu se esfacela em partes.

Cessa o… Continuar

Adicionado por Marilia de Souza Abduani em 30 julho 2009 às 22:49 — Sem comentários


Escritor
Meu pai meu Herói_Sidnei Piedade

Meu pai foi um homem valente, enfrentou a vida para o sustento da gente. Viveu dignamente e foi um herói pra mim, pois me ensinou como era a vida no princípio e fim. Se pudesse esconderia minhas lágrimas não deixando as cair...pois sofro cada dia mais com a ausência do meu pai, é um sentimento e uma dor que parece não ter fim...eu só queria meu pai de volta pra mim. As vezes penso...será sonho ou realidade,… Continuar

Adicionado por Sidnei Piedade em 30 julho 2009 às 22:44 — Sem comentários


Escritor
Oração da Vitória



Senhor...



Ensina-me a perdoar -me...

Assim saberei perdoar ao meu irmão...

E também ao meu inimigo!



Ensina-me a amar-me...

Se eu não me amar,

Não poderei amar ninguém!



Ensina-me o valor das pequenas coisas...

Elas são tão importantes quanto as grandes...

E o princípio das coisas maiores!



Ensina-me a orar...

Para que eu continue em comunhão contigo...

E possa…
Continuar

Adicionado por Shimada Coelho em 30 julho 2009 às 15:03 — 3 Comentários


Escritor
Você pode ir além!



Você é um ser humano dotado de múltiplas capacidades!

És um semi deus, porque és imagem e semelhança do Criador!

A vida é o maior e primeiro dom concebido a nós assim que vemos luz neste mundo!



Portanto, torne sua vida muito mais que um existir!



Não seja apenas mais um mamífero ocupando um espaço no planeta, uma vaga no trabalho ou num estacionamento! Não seja apenas mais um consumidor, nem mais um vizinho…
Continuar

Adicionado por Shimada Coelho em 30 julho 2009 às 15:00 — 1 Comentário


Escritor
Cegueira

Eu caminho pela escuridão...

Ás vezes, um relâmpago...

Ilumina numa fração de segundos...

Só então eu sei:

Posso ainda enxergar!



Minhas mãos calejadas

Estendidas no ar...

Tentam apalpar o nada...

Para que nada venha

Ferir-me ainda mais...



Todas as boas virtudes

Ainda estão aqui...

Mas esconderam-se...

Fugiram...

Para dentro das cavernas



A mão, às…
Continuar

Adicionado por Shimada Coelho em 30 julho 2009 às 14:30 — 1 Comentário


Escritor
CRIANÇA DE RUA



(Dedicado àqueles que não tiveram o privilégio

de possuir um verdadeiro lar...)



Sou uma uma criança a vagar,

indo e vindo num eterno vai e vem,

navegando nas ruas neste vaguear,

sempre pensando: felicidade, você nunca vem!

Nas minhas andanças sem fim

sempre com tristezas imensas,

os pensamentos martelando: o que será de mim?

Buscando até sem querer grandiosas desavenças,

no desenralar de… Continuar

Adicionado por José Lourenço Florentino em 29 julho 2009 às 21:28 — 1 Comentário


Escritor
A menina da noite!...

(continuar da poesia: A menina da noite)



A noite estava quase sem a claridade que a lua oferecia,

ela estava lá a andar à esmo, indecisa no que procurava,

mas menina na noite caminhava, procurando quem a aquecia,

quanto mais procurava nesta escuridão mais ela se machucava.

Os tentáculos do mal facilmente a arrastava pro abismo,

ela sem forças, pois as garras cada vez mais se entrelaçava,

teus pensamentos até que tentavam desviar do consumismo

das… Continuar

Adicionado por José Lourenço Florentino em 29 julho 2009 às 17:39 — Sem comentários


Escritor
Solidão

Foto google


Casca de Lranja
Panto de distancia
Eu mesma
Sou assim
Um só
Solidão

Texto: Jan

Adicionado por Jan em 27 julho 2009 às 22:26 — 1 Comentário


Escritor
TIPOS DE AMIGOS. (-V-)



TIPOS DE AMIGOS. (-V-)




Soneto de Malume (Manoel Lúcio de Medeiros).

Fortaleza – Ceará – Brasil. 20/07/2009. 21h30min.

*´¨)

¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)

(¸.•´ (¸.•`



Existem ainda amigos verdadeiros,

Que agem sem o ranço do egoísmo,

São estes mais leais e hospedeiros,

Que livram aos colegas do abismo!



Existem os amigos patriotas,

Que dão a vida por sua nação,

O seu dever jamais foge da rota,

Mas agem como um…
Continuar

Adicionado por Poeta Malume do Brasil. em 22 julho 2009 às 9:19 — Sem comentários

Arquivos mensais

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

1999

Últimas atividades


Escritor
Nieves Merino Guerra compartilhou o evento deles em Facebook
7 horas atrás

Escritor
Nieves Merino Guerra marcaram como favorito o evento COLETÂNEA INTERNACIONAL SEM FRONTEIRAS de Nieves Merino Guerra
7 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Elisiário Luiz
8 horas atrás

Escritor
Antonio Paiva Rodrigues adicionou uma discussão ao grupo CONTOS, CRÔNICA, PROSA E MUITO MAIS...
8 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Antonio Paiva Rodrigues
9 horas atrás

Escritor
Manuel Mar compartilhou o post do blog deles em Facebook
10 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Manuel Mar
10 horas atrás

Administrador
SELDA KALIL compartilhou o post do blog deles em Facebook
19 horas atrás

Administrador
Posts no blog por SELDA KALIL
19 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Twitterontem · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitterontem · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitterontem · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitterontem · Responder · Retweet

Administrador
ROSEMARIE PARRA deixou um comentário para Lenival Nunes de Andrade
ontem

Administrador
ROSEMARIE PARRA marcaram como favorito o perfil de Lenival Nunes de Andrade
ontem

Escritor
Lenival Nunes de Andrade é agora um membro de revista virtual metamorphosis
ontem

Escritor
Posts no blog por Elisiário Luiz
ontem

Escritor
Waulena d'Oliveira Silva comentou a postagem no blog COMPARAÇÃO de PAOLO LIM
ontem

Escritor
Manuel Mar compartilhou o post do blog deles em Facebook
ontem

Escritor
Posts no blog por Manuel Mar
ontem

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U