Minha Vida,Minhas Lembranças

Era a primeira hora da noite do dia nove de janeiro de 1950, eu acabava de nascer...

Apesar de não ter lembranças, mas ficou relato que minha avó e minha tia materna, fizeram depois

Segundo elas eu era um bebê aparentemente saudável

Mas com complicações oculares

Passava noites sem dormir

Era muito agitada

Meus pais nunca chegaram, a saber, o impacto que que meu nascimento provocou na vida deles

Eram casados, minha mãe muito jovem ,mas meu pai um rapaz mais experiente da vida

O namoro deles começou devido o conhecimento que meu pai travou com meu avo materno

Ambos eram tropeiros e nessas estradas do Brasil fizeram amizade, e vovô o trazia para a sua fazenda.

Aonde veio a conhecer minha mãe

E enfim casaram.

E desse desastroso casamento eu nasci

Numa pequena cidade do interior da Bahia chamada Pintadas

O nome pode soar estranho, mas hoje Pintadas tem tudo, ou quase tudo de uma cidade que já não depende de outra para seguir avante.

 Na época do meu nascimento, era município de Ipirá.

 Agora ficou emancipada

Pouco me lembro dos meus primeiros anos de vida

Como todo ser humano, nos foge da memória.

Até o tempo do raciocínio absoluto, quando começamos a conviver com a realidade da vida.e essa realidade ,começou cedo para mim

De uma forma não muito boa.

o tanque da casa onde nasci

só restam torrões

minha primeira comunhão

colégio Seminário das Educandas SP

 

 

 

Comentar

Você precisa ser um membro de revista virtual metamorphosis para adicionar comentários!

Entrar em revista virtual metamorphosis


Escritor
Comentário de suzana heemann em 23 junho 2016 às 9:55

Uma beleza teu texto,acabamos amando esta etapa de tua vida mesmo com as vicissitudes naturais da vida.

beijos,Maria helena!


Escritor
Comentário de Antonio Paiva Rodrigues em 13 setembro 2015 às 22:49

UMA BELA HISTÓRIA DE FAMÍLIA. UMA PRECIOSIDADE QUE FICARÁ MARCADA PARA SEMPRE. QUE DEUS ABENÇOE E PROPORCIONE MUITA PAZ E SAÚDE . ABRAÇOS FRATERNOS


Administrador
Comentário de Anna Karenina em 13 setembro 2015 às 20:06
Estou aqui a olhar tudo que foi registrado nessa nossa casa,só Deus sabe se tornarei rever tudo isso,memórias,rostos dos amigos,manhãs fotos antigas
Numca fui nem serei otimista,quando algo dá certo pra mim é como se Deus me desse um abraço de pai
O futuro é incerto assim como posso ver tudo isso outra vez posso não ver,pelos exames que fiz dia onze méis glbos oculares tão todos estragados,então só me resta esperar em Deus

Escritor
Comentário de Nieves Merino Guerra em 19 abril 2013 às 6:21

EU EMOCIONEME COM AS HISTORIAS DE ANNA E DE LIVITA

EU ACREDITO QUE POUCOS TENEMOS UMA IMFANÇIA "FÁCIL"- BOA .TAMBEM TENEMOS MOMENTOS FELICES PARA RECORDAR COM NOSSA INOCENÇA E NOSSOS SONHOS.

 MEU IMPRESAORA È MAL...QANDO TENHA UMA EM CONDIÇÕES, ESCANEARÉ UMAS POUCAS FOTOS QUE TENHO DE MENINA.

 ADOREI.

 BEIJOS COM TODO MEU AMOR PARA VOCÈS.

 E MUITO OBRIGADA, ANTONIO, PELA SUA VISAO POSITIVA E AS BELAS FOTOGRAFIAS. 

GÁLDAR-CIUDAD DE MINHA MÃE- E ONDE VIVEM MEUS PAIS E IRMÃOS AGORA.A OTRO EXTREMO DA ISLA

( A MESMA MONTANHA DE GÁLDAR DESDE A PRAIA DO A CIDADE DONDE EU VIVO AGORA- A CAPITAL- EM OTRO EXTREMO DA ISLA -NORTE- ( EU EM NORESTE, LAS PALMAS DE GRAN CANARIA , E GÁLDAR EM NOROESTE )

A PARAIA DE "LAS CANTERAS"---EM MINHA CIDADE...DE NOITE---AGORA--

 EU VIVO EM OTRO EXTREMO TAMBEM, ONDE ESTA OUTRA PRAIA, E OS PUERTOS ---A PRAIA DE "LAS ALCARAVANERAS "-

EU NASCI EM LAS PALMAS DE GRAN CANARIA- PERO MEUS PAIS--PROFESORES---FOREM DESTINADOS A OUTROS LUGARES. E MINHA PRIMEIRA IMFANÇA FOI EM MENINOS POVOS, ALDEAS-.DO CENTRO DA ISLA.TAMBEM ESTIVE A UM PASSO DE MORRER MUITAS VEZES POR CONDIÇÕES MUITO DIFICILES, ATÉ QUE MEUS PAIS MUDARON A GÁLDAR. EU SOU A MAIOR DE SEIS -6 -IRMÃOS- ( 3 E 3 )-VIVOS.

PRAIA - E MAR- FRENTE A MINHA CASA- COM LÚA CHÉIA 


Administrador
Comentário de Gizelda Dantas em 6 março 2013 às 16:45

 POETISA ANNA KARENINA, AS LEMBRANÇAS AS VEZES NOS SURPREENDE NOS TRAZENDO ACONTECIMENTOS DOS QUAIS RELATADOS POR TERCEIROS NOS DEIXA PASMOS  TUA NARRATIVA FALANDO DE TUA VIDA  DEIXA CLARO QUE  O AMOR PREDOMINAVA NESTA FAMILIA, TALVEZ O TEMPO E A AUSENCIA PARTERNA TE FIZERAM FALTA VENS DE UMA FAMILIA DE TROPEIROS  E AS AUSÊNCIAS SÃO CONSTANTES PARABÉNS BEIJOS


Escritor
Comentário de Marcia Aparecida Mancebo em 5 fevereiro 2013 às 18:35

É SALUTAR LEMBRA-SE DESSAS PASSAGENS, FAZ BEM ALMA.

VOCÊ, É UMA GOTA  DE ESTRELA QUE DEUS PÔS NO MUNDO E COM MUITO ESMÊRO

bjs


Escritor
Comentário de Antonio Cícero da Silva(Águia) em 19 dezembro 2012 às 22:25

É ótimo, relembrar e contar as nossas belas lembranças... É gostosamente reviver, o fantasioso e distante passado... É assunto que nos religa aos mais belos e diversos momentos... Abraços...

                                                   Gravura colhido da internet...


Administrador
Comentário de Maria |Helena Campos da Paz em 26 setembro 2012 às 18:57

ANNA,

A VIDA NOS APRONTA SURPRESAS, CAMINHOS TORTUOSOS,

E MESMO ASSIM, VAMOS CAMINHANDO COM A CABEÇA REPLETA DE SONHOS!

 O MAIS IMPORTANTE É QUANDO SENTIMOS QUE ELES CONTINUAM

 E QUE OS TRANSFORMAMOS EM VITÓRIAS!

 ASSIM VEJO NA SUA TRAJETÓRIA UM EXEMPLO A 

 SER ADMIRADO! 

 "O IMPORTANTE NÃO É O QUE FAZEM COM A GENTE, MAS SIM O QUE FAZEMOS

 COM O QUE FAZEM COM A GENTE"

BEIJOS


Administrador
Comentário de Anna Karenina em 4 setembro 2012 às 8:35

minha primeira comunhao

colégio seminário das educandas


Escritor
Comentário de Marcia Aparecida Mancebo em 10 agosto 2012 às 18:35

Gostei em saber que seu pai era tropeiro, moro em uma cidade que foi caminho das tropas.

 


Administrador
Comentário de Anna Karenina em 9 novembro 2011 às 10:34

E desse desastroso casamento eu nasci

Numa pequena cidade do interior da Bahia chamada Pintadas

O nome pode soar estranho, mas hoje Pintadas tem tudo, ou quase tudo de uma cidade que já não depende de outra para seguir avante.

 Na época do meu nascimento, era município de Ipirá.

 Agora ficou emancipada

Pouco me lembro dos meus primeiros anos de vida

Como todo ser humano, nos foge da memória.

Até o tempo do raciocínio absoluto, quando começamos a conviver com a realidade da vida.e essa realidade ,começou cedo para mim

De uma forma não muito boa.

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U