Era o ano de 1945, nasci, minha família numerosa, 16 irmãos, a situação não estava muito fácil para meus pais, os meus três irmãos mais velhos foram morar com minha avó materna, a situação financeira dela era bem mais confortável do que na nossa casa, até que um fazendeiro nos cedeu um de seus terrenos e foi feito a nossa casa de três cômodos, uma casinha no meio de uma imenso pasto.

Minha família muito pobre, mas quanta liberdade pra mim brincar naquela imensidão de espaço e quantos perigos também! E o tempo não para, com meus 7 anos entro no primeiro ano na escola, um ano de paraíso, minha primeira professora, a inesquecível D.ª Maria do Carmo, permitia que seus alunos gostassem imensamente de estudar, eu ia muito bem cada prova um 10, 10... fora os elogios que me estimulava mais. Mas o tempo não parava, no outro ano outra professora, nos meus entendimentos de agora, ela não era má, mas a primeira mestra era inigualável, tive um desestímulo total, um dia, resolvi que não iria na escola, minha mãe muito enérgica disse: -- você vai! Eu debati: --- não vou! Não deu outra, ela procurou uma vara que era fácil ser apanhada naquela imensidão de arvoredo, tive de mudar de opinião e falei já estou indo, por causa disso minha mãe não confiando em mim, disse que me acompanharia até à escola,  eu raciocinei rápido, iria correndo, nos mais ou menos 500 metros percorridos chegaria sozinho, imagina a vergonha de ser levado pela mãe na escola e fiz exatamente isto, até hoje não consigo compreender, porque eu cheguei na escola sento na minha carteira, pois a aula já havia começado e quem eu vejo na janela? A minha mãe!...

E o tempo continuava na sua corrida louca, logo já estava na idade adulta, vinte e poucos anos, até que levava a sério o meu trabalho na gráfica, onde funcionava o jornal da  cidade também, levei a sério a minha conclusão do segundo grau noturno, (contabilidade, mas só a teoria, pois não trabalhava em escritório) entre meus divertimentos, gostava de jogar sinuca, jogava a valer mesmo, quantas noites a dentro lá estava eu ganhando ou perdendo meu pouco dinheirinho.

Um dia me aconteceu uma coisa mais importante, ao sair do trabalho, já era uma tardezinha prestes a escurecer, de longe eu a vi, ao aproximar me encantei, a cumprimentei, fui contemplado com um encantador sorriso, daí o namoro, depois o casamento e o tempo não parava, vieram os filhos 5 o total, agora 37 anos de sólida união, ela sempre me fala:

--- Antes de casarmos, tentaram por lenha na fogueira dizendo:

--- Nossa! Você vai casar com ele? Está perdida, ele não vai largar a sinuca nunca! e tem mais como você vai fazer com a mãe dele que é católica roxa, e você sendo evangélica? Eu apenas respondi:

--- Quanto ao jogo, tentarei impedir que continue, quanto à mãe dele, eu não estou casando com ela e sim com ele, (e as duas se deram maravilhosamente bem, até que minha querida mãe partiu deste mundo) e acho que consegui porque nestes anos todos você só dedicou somente ao nosso lar, não é mesmo?     

Exibições: 79

Respostas a este tópico

 José Lourenço Florentino

Foi um prazer conhecer um pouco mais de você, linda história de vida, grata por compartilhares, bjs MIL.

RSS

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet

Escritor
Elisiário Luiz deixou um comentário para Sidnei Piedade
13 horas atrás

Escritor
Elisiário Luiz agora é amigo de Sidnei Piedade e Antonio Cabral Filho
13 horas atrás

Escritor
Elisiário Luiz deixou um comentário para Antonio Cabral Filho
13 horas atrás

Escritor
Elisiário Luiz marcou como favorita a postagem no blog – Inteira Mente Desponte! de Elisiário Luiz
13 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Elisiário Luiz
13 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por Manuel Marques Ferreira
22 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Antonio Paiva Rodrigues
ontem

Administrador
O post do blog de Maria |Helena Campos da Paz foi destacado
ontem

Administrador
Posts no blog por Maria |Helena Campos da Paz
ontem

Administrador
Maria |Helena Campos da Paz comentou a postagem no blog O CANTO QUE ADORMECEU O SOL de MARCANTONIO DE OLIVEIRA
ontem

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U