VII FESTIVAL VIRTUAL DE POESIA EN EL DIA MUNDIAL DE LA POESIA 21/03/2017

http://www.sicilnews.com/uhe15.php

BEM VINDOS TODOS OS PARTICIPANTES DESTE FÓRUM DE POESIA CELEBRANDO JUNTOS ESTE DIA MUNDIAL DE POESIA EL 21 DE MARZO 2017DATA INSTAURADA PELA UNESCO.

PEDE-SE PARTICIPAR DIRETO NOS COMENTÁRIOS COM POESIAS ALUSIVAS Á POESIA NO SEU DIA. NOS SEUS DISTINTOS ESTILOS: POEMA, POESIA, SONETOS,DÉCIMAS, AKROS, MERIDIANOS, OVILLEJOS, ETC.

PODEM PARTICIPAR COM MAIS DE UMA POESIA, EDITAS OU INÉDITAS, DEVEREMOS MANTER A ORDEM DE FAZER SÓ NOS COMENTÁRIOS.

NÃO CRIAR NOVAS DISCUSSÕES NO GRUPO, CONTINUAR SÓ NOS COMENTÁRIOS DESTE FESTIVAL, OBRIGADA.

O FESTIVAL É PARTICIPATIVO, NÃO É CONCURSO,    NÃO HAVERÁ PREMIAÇÕES.

SERÁ EDITADO UM E-BOOK SE A PARTICIPAÇÃO AMENITAR (PERMITIR).

SERÁ PUBLICADO EM TODAS AS REDES E PELO SPONSOR NO SEU PERIÓDICO DIGITAL - SICILNEWS.COM DE ROSS SALVAGGIO.

AGRADECENDO O DESENHO DO LOGO PELA SRA. CARINA IANNI.

EL LICEO POETICO DE BENIDORM (ESPAÑA) SE ADHIERE A LA CONMEMORACION DE ESTE DIA INSTAURADO POR LA U.N.E.S.C.O, JULIO PAVANETTI

LA U.M.E.C.E.P UNION MUNDIAL DE ESCRITORES POR LA CULTURA, LA ECOLOGIA Y LA PAZ, ENRIQUETA BLASS, PTE. FUNDADORA.

LA A.M.C.L. ACADEMIA MUNDIAL DE CULTURA Y LITERATURA, DJALMA PINHEIRO, CIDINHA ALMEIDA.

 

 

ESPERO A TODOS OS MEMBROS E QUE CONVIDEM A SUAS AMIZADES A PARTICIPAR TAMBÉM.

 

 

ROSEMARIE PARRA - MARIA ROSA PARRA

CREADORA Y ORGANIZADORA DEL VI FESTIVAL VIRTUAL DE POESIA EN EL DIA MUNDIAL DE LA POESIA 21 DE MARZO

 

Exibições: 158

Responder esta

Respostas a este tópico

POETA MALUCO

 

Poeta maluco eu queria ser.

E do puro vinho quero provar, para minha mente esclarecer.

Dessa bebida doce tomarei sem regras, medidas e proporções, apenas para imantar os versos de alegria, tristezas e ilusões.

Apondo lado a lado versos e reversos de ideias desconexas vivem os poetas, pensando formar grandes escaninhos.

A mente não ajuda os patetas na dileta arte e rima dos espertinhos.

De médico e malucos temos um pouco, mas de poesia é preciso muito dom, por isso de maluco passei a louco.

Não consegui rima e nem um belo tom, mas um dia com esforço e dedicação serei um dos bons com singelas vocações.  

ANTONIO PAIVA RODRIGUES

OLHOS QUE ENCANTAM

Teus olhos são lindos, brilhantes e chamativos de amor fecundo…
Suas pálpebras tem algo incomum, pois são como duas conchas iluminadas,
Encantam como ninguém, todavia, porém, contudo deixam um encanto profundo.
A tua face emoldura uma bela senhora de beleza descomunal e de sutilezas diferenciadas.
Olhos acesos, coloridos, embevecidos de amor que chamam a atenção do mundo…
O mundo do amor, da perfeição, do carinho torna-se esplendor de auras anunciadas.
Não são algemas, mas prendem a atenção do enamorado triste e moribundo.
Na vida, maior ventura, deslumbramento, nos anseios fluidos que enaltecem as noitadas.
Noitadas de festas, alegrias, contentamentos, pois o perfume de amor reflete no ar fecundo…
Fecundo de belezas, glórias e sensações saborosas em que o encanto retrata em revoadas.
Revoadas de prazeres, sensações gostosas, imagináveis que enlouquece qualquer coração que pulsa por segundo.
De segundo em segundo vou embelezando o mundo, para receber essa senhora de carícias abençoadas.
De tanto afeiçoá-la recebi o seu consentimento e juntinhos passamos a viver os sabores do mundo.

 

 ANTONIO PAIVA RODRIGUES

AS CORDILHEIRAS DA PAZ

 

Nas esperanças sentidas, no salpicar das águas brilhantes, nossa vida é diamante, em cujas sensações devem ser inseridas.

Alegrias no verdejante da relva úmida brotando esperanças cintilantes, de um ser altaneiro, dignificante que imanta esperanças auferidas.

No mais alto patamar das cordilheiras belas e alvissareiras, onde a neve esbranquiçada torna o frio em calor esperançoso.

De quem vive na ilusão, e na esperança de vivências altaneiras, de cujo resultado seja um alado divino, esvoaçante e ditoso.

Sentimentos caridosos, fraternos no abraçar do elo da cristandade, no evolver das carícias e dos afagos ao divino menino que irá chegar, trazendo esperanças, bonanças para os carentes, tristes de saudades.

Mas, alegres de venturas, pois conclamam por uma vida altaneira, esse é o porte forte, medianeiro de relances e subsídios de clamor. Jesus é o amor, a realidade da vida que trouxe ao mundo a alegria verdadeira.

 

 ANTONIO PAIVA RODRIGUES

 

 

 

AMOR DESNORTEADO

Desnorteado, procurou o mar
A volúpia de suas ondas
Levava o homem a amar!
Permeava sem delongas
O vozeirão do mar a soar
O ser a cata de conchas redondas
Águas frias seus pés a lavar
Gritar forte e embrutecido.
Sem dores a sentir,
Porém, o sentido,
Era correr e auferir.
O abraço de uma donzela
Com afagos de porvir
Brilhava como aquarela
Corpo ofegante a colorir
Mente a admirar a bela
Desejando gargalhar e sorrir
Fruto das carícias ofegantes
Dos abraços delirantes
Dos gemidos dulcificantes
De dois eternos amantes
Num clima de amor espumante
Ao som das ondas relutantes
Ouviam os gemidos recalcitrantes
De êxtases emocionantes,
Ao gozo descomunal e estafante.
O amor explode vertendo perfumes
De amores soltos no ar refrescante
De energias encantadoras que enseja
Ao coração, batidas benfazejas.
Doces com mel com cerejas.
As flores que caem do céu eternizam
Os escaninhos, os frutos do amor brilham.
Os corpos inebriados se eternizam.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES

 

 

 

 

AMOR SE RECICLA

Amor se recicla na vida.
 No ínterim das paixões,
 Com vínculos e senões;
 Com extasia de emoções.
 No começo gera sensações
 No decorrer do tempo raízes,
 Viés dos eternos felizes,
 Adorna o coração dos insensíveis
 Cruel charrua da afetividade insana
 Eugênico da vida humana,
 Emanada dos rebuços talentos
 Amesquinham os duros momentos,
  Tartamudeiam nos percursos lentos,
 Renascendo na adrenalina das palpitações,
 Dos que amam equivocados e sedentos.
 Embora sejam de multifárias    pervagações
 Lucilente a brilhar em tom ardente
 Sofre ao som do retumbar sanguíneo,
 Dos amores extasiados de feições,
 Das sensações de um beijo caliente,
 Transformando o corpo normal em quente
 Pulsando acelerado um pobre coração.
 É o amor cintilante e brilhante.
 Que verte dentro de nós errantes
 Quando amamos sem preconceitos,
 Sugando a afetividade exitosa,
 De quem ama se entrega e goza...
 Na bela cena de uma vida esplendorosa.
 Corações apaixonados, repletos de amores,
 Alegrias, na operância do corpo em sedução;
 Vem dilatar veias, escoar néctares em profusão.
 Do amor carnal transformando em embrião.
 Do amor exitoso de carícias e de paixão.

 

 ANTONIO PAIVA RODRIGUES

 

 

 

 

 

LOUCURAS DE AMOR

 

Queridos amigos.

É com o maior carinho que lhes apresento o meu amigo e poeta Antônio Paiva Rodrigues, que ainda assim, afirma não ser poeta...

Um grande beijo em seu coração.

Nádya Haua

 
Loucuras De amor

Ele afirma não ser poeta, mas...

Li no teu semblante
Uma mensagem oculta.
Terna doce e refrescante
Pensei, cá com meus botões
Será que ela esqueceu os senões
Dos prazeres, alegrias e sensações
Que fizerem palpitar nossos corações.

Poetas vivenciam...

A nossa vida é assim: Cheia de virtudes, defeitos e trejeitos
Não esqueçamos jamais, como sofre um coração no peito
De quem ama sem preconceitos, puro como o ar rarefeito·

Que se encontra nas mais altas montanhas, do orbe perfeito sem rejeito. Amar e ser amado, uma arte criada pelo Senhor sem defeitos... Que desprezamos, por ciúme ou despeito e por sermos imperfeitos. Mas a saudade e o aconchego nos deliciam com um amor perfeito.

 

Poetas não temem...

 

Sublime, eterna, gloriosa, bela, inteligente e graciosa, amo-te! Sem ter medo de ser feliz, onde miro te vejo, desejo-te profundamente. Dia e noite sou feliz, mas sem tua presença, pareço uma grande cicatriz.

Perturba, machuca, dilacera, dói em minha alma, sinto-me infeliz de longe ao se aproximar, coração a palpitar, desejo te beijar toda fagueira, faceira, semblante a brilhar, pensa é hora de amar.

Poetas amam e sentem...

Amar desesperadamente entre gemidos, sensações e beijos ardentes.

Sugar nossas forças com um magnetismo imanente, nossos olhos brilham reluzentes.

Pedindo mais carícias, nossos corpos entram em êxtase, e uma sensação nos faz cerrar os dentes é o orgasmo, o prazer, que só o amor proporciona a gente que ama a gente.

 

 ANTONIO PAIVA RODRIGUES

 

 A POESIA É LINDO CANTO

A poesia é lindo canto

Que fala do que é belo

Com total realidade

E fantástica fantasia.

A poesia vai ao longe

Por um caminho sem fim

Com versos que são eternos

E atingem as diversas gerações.

 poesia é suave música

É profundo amor e carinho

Mas também fala da dor

Dos acompanhados ou sozinhos.

Os versos gritam e falam

Também cantam e reclamam

De todos os assuntos existentes

Mas são muitíssimos coerentes.

Autor: Antonio Cicero da Silva(Águia)

SER POETA?

Ser poeta é sentir

e repassar aos demais

compartilhar com o semelhante

os simples assuntos 

e até os mais galanteantes.

Ser poeta é criar momentos

de amor e madura solidez

é usar de todos os argumentos

para as prozas e incrementos.

Ser poeta é falar através dos versos

é poetar do fundo da alma,

fazer parte da poesia,

sempre trazendo a tranquilidade

e perfeita alegria.

É abranger o mundo com versos,

com estrutura poética,

que sempre em tudo e para o bem

continuamente se manifesta...

Autor: Antonio Cicero da Silva(Águia)



Antonio Cícero da Silva(Águia) disse:

 A POESIA É LINDO CANTO

A poesia é lindo canto

Que fala do que é belo

Com total realidade

E fantástica fantasia.

A poesia vai ao longe

Por um caminho sem fim

Com versos que são eternos

E atingem as diversas gerações.

 poesia é suave música

É profundo amor e carinho

Mas também fala da dor

Dos acompanhados ou sozinhos.

Os versos gritam e falam

Também cantam e reclamam

De todos os assuntos existentes

Mas são muitíssimos coerentes.

Autor: Antonio Cicero da Silva(Águia)



Antonio Cícero da Silva(Águia) disse:

SER POETA?

Ser poeta é sentir

e repassar aos demais

compartilhar com o semelhante

os simples assuntos 

e até os mais galanteantes.

Ser poeta é criar momentos

de amor e madura solidez

é usar de todos os argumentos

para as prozas e incrementos.

Ser poeta é falar através dos versos

é poetar do fundo da alma,

fazer parte da poesia,

sempre trazendo a tranquilidade

e perfeita alegria.

É abranger o mundo com versos,

com estrutura poética,

que sempre em tudo e para o bem

continuamente se manifesta...

Autor: Antonio Cicero da Silva(Águia)

Responder à discussão

RSS

Últimas atividades


Escritor
ISABEL CRISTINA SILVA VARGAS respondeu à discussão HOJE APOIAMOS A NOSSA ADMINISTRADORA, AMIGA E POETA MARIA IRACI LEAL QUE ESTA HOSPITALIZADA COM PROBLEMAS CARDIACOS de ROSEMARIE PARRA
10 horas atrás

Escritor
ISABEL CRISTINA SILVA VARGAS respondeu à discussão HOJE APOIAMOS A NOSSA ADMINISTRADORA, AMIGA E POETA MARIA IRACI LEAL QUE ESTA HOSPITALIZADA COM PROBLEMAS CARDIACOS de ROSEMARIE PARRA
10 horas atrás

Escritor
CLÁUDIO DOMINGOS BORGES respondeu à discussão HOJE APOIAMOS A NOSSA ADMINISTRADORA, AMIGA E POETA MARIA IRACI LEAL QUE ESTA HOSPITALIZADA COM PROBLEMAS CARDIACOS de ROSEMARIE PARRA
13 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Antonio Paiva Rodrigues
13 horas atrás

Administrador
Neuza de Brito Carneiro deixou um comentário para Maria Iraci Leal (Adm)
14 horas atrás

Administrador
Neuza de Brito Carneiro deixou um comentário para Aurora
14 horas atrás

Administrador
Neuza de Brito Carneiro respondeu à discussão HOJE APOIAMOS A NOSSA ADMINISTRADORA, AMIGA E POETA MARIA IRACI LEAL QUE ESTA HOSPITALIZADA COM PROBLEMAS CARDIACOS de ROSEMARIE PARRA
14 horas atrás

Administrador
Neuza de Brito Carneiro marcaram como favorito a discussão HOJE APOIAMOS A NOSSA ADMINISTRADORA, AMIGA E POETA MARIA IRACI LEAL QUE ESTA HOSPITALIZADA COM PROBLEMAS CARDIACOS de ROSEMARIE PARRA
14 horas atrás

Escritor
Elisiário Luiz marcou como favorita a postagem no blog Foste a jóia mais preciosa que amei tanto de Zélia Mendonça Chamusca
16 horas atrás

Administrador
Maria |Helena Campos da Paz deixou um comentário para Aurora
16 horas atrás

Administrador
Maria |Helena Campos da Paz comentou o grupo CIRANDA DE POESIAS DE* MARIA HELENA CAMPOS DA PAZ* de Anna Karenina
16 horas atrás

Administrador
Maria |Helena Campos da Paz marcaram como favorito a discussão ***MEDO DE AMAR OUTRA VEZ***E O MOTE DA CIRANDA DE 27\3 A 2\4 - 2017 de Maria |Helena Campos da Paz
16 horas atrás

Administrador
Maria |Helena Campos da Paz postou discussões
16 horas atrás

Escritor
Posts no blog por Elisiário Luiz
16 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Anna Karenina.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

U